mundosemuros@gmail.com

Chipre – você conhece? Destino incomum para brasileiros

pôr do sol no chipre

Após nosso período na Jordânia e nossa inesquecível trip em Petra, fomos para um país chamado Chipre. Por que o Chipre? Porque era a passagem aérea mais barata saindo da Jordânia! Nessa nossa viagem de baixo custo, promoções aéreas são sempre importantes para a nossa economia.  Antes de vermos essa passagem, nem sabíamos que o país existia, já que realmente é um destino muito pouco comum para brasileiros.

Fizemos uma pesquisa rápida no google, vimos praias paradisíacas e compramos a passagem! Sem nem mesmo saber o que iríamos fazer e aonde iríamos dormir. Até é legal a sensação de ir para um lugar em que nunca se ouviu falar antes. Apesar de ser um destino incomum para brasileiros, o Chipre é destino de férias para os Europeus que buscam suas belas praias e vida noturna agitada.

716482949d47e98591df41daed968301 1024x632 - Chipre – você conhece? Destino incomum para brasileiros

O país é maior ilha do Mediterrâneo Oriental, estando localizado a sul da Turquia. Chipre é um país dividido politicamente: o sul sendo habitada por uma população de origem grega e pertencente a União Européia e o norte pertencendo a Turquia. O norte da ilha foi ocupado pela Turquia em 1974, que então implementou a República Turca de Chipre do Norte. Nicósia, capital do país, é uma das únicas cidades do mundo que ainda podem ser consideradas divididas, existindo uma linha verde que divide a cidade entre os gregos e os turcos. Mas o país todo continua dividido por essa “linha”, patrulhada por tropas turcas e gregas e por soldados da ONU. Por quase 30 anos, cipriotas do lado “grego” não podiam atravessar para o lado norte e vice-versa. Apenas em 2003, a passagem foi liberada. 

Chegamos no Chipre pela cidade de Paphos. pela janela do avião já dava para ter uma ideia do quão bonitas eram as praias, banhadas pelo Mar Mediterrâneo. Um dos destaques da ilha é que ela está ligada ao culto e ao mito de Afrodite, sendo chamada de “a Terra da Afrodite”. Dizem que Paphos foi aonde a deusa nasceu.

Praias chipre vista pela janela do avião

Costa desértica do chipre vista pela janela do avião

Ficamos em um airbnb até se estabelecer e ver o que iríamos fazer (você pode ganhar R$ 100 de desconto ao reservar pela primeira vez pelo link). A idéia era conseguir algum trabalho, mas infelizmente não conseguimos, todo mundo solicitava por passaporte europeu para trabalhar, mesmo que fosse algo temporário. Então, a saída foi novamente conseguir algum dinheiro na rua, sentando com um copinho e nossas plaquinhas “Help support our world trip”, e nosso canal youtube e instagram, como fizemos em Israel. Foi um pouco mais difícil que em Israel, aonde o povo parava mais facilmente para dar atenção ou dar doar alguma coisa. Mas também conseguimos um dinheiro legal e algumas pessoas que realmente paravam para falar com nós e conhecer nosso trabalho! Nos emocionamos muito com uma mulher que, mesmo sem falar muito bem inglês, falou coisas lindas para nós, nos dando muito apoio para viajar. Choramos nós 3 juntas e nos abraçamos, mesmo sem nunca ter visto ela na vida! No fim, ela nos ajudou com 20 Euros!

brindando de frente para a praia no Chipre

Posteriormente, conseguimos achar um Workaway e ficamos em torno de 1 semana em uma casa só para a gente! Tínhamos que limpar a casa e pintar algumas paredes, foi ótimo para também poder conhecer um pouco da cidade e continuar juntando um pouco de dinheiro. No fim, praticamente zeramos nossas despezas e conseguimos aproveitar bastante a praia. E que praia! A água do mar é maravilhosa, calma, um paraíso. Pela noite a cidade também é bastante agitada, milhares de pessoas nas ruas, muitas opções de bares, restaurantes e festas. Do porto partem também muitos tours que levam os turistas para descobrir a costa de Paphos, suas grutas e baías de água cristalina. Infelizmente não era um lugar aonde poderíamos esbanjar dinheiro para aproveitar tudo, por ser uma cidade super turísticas, os preços também sobem bastante.

O pôr do sol, lá no horizonte do mar, foi o mais lindo que já vimos, um espetáculo à parte. Existe uma zona à beira da praia que é ótimo para passar o fim de tarde, que vai desde a Lighthouse Beach até o castelo medieval de Paphos, vale a pena fazer uma caminhada pela orla.

pôr do sol no chipre

Um dos mais lindos pôr do sol que já vimos!

Nossa idéia inicial era ter alugado um carro, para conhecer o país de cabo a rabo, pois tem muita coisa linda para se ver! Infelizmente, os valores eram muito altos e colocamos na balança se iria realmente valer a pena. Então, nos limitamos a somente ficar na região em que estávamos.

Pôr do sol na linda praia do chipre

Ficamos por lá 12 dias, a casa aonde estávamos fazendo workaway iria ser alugava e tínhamos que sair. De última hora decidimos por aproveitar mais uma passagem barata e ir para a Turquia. Compramos e um dia depois iria ser o nosso voo. Tivemos que nos deslocar para a parte Norte da ilha, pois não saem vôos para a Turquia pela parte sul. Fomos de carona até a fronteira em Nicósia e foi super tranquilo, até que nossa ultima carona nos surpreendeu!

O homem foi SUPER gente boa com nós! Como tínhamos tempo livre e nosso vôo só iria sair no dia seguinte, ele nos levou em uma pequena viagem para conhecer um lugar que estava nos nossos planos: Trodos. Uma imensa cadeia de montanhas, a maior cordilheira de montanhas do Chipre, com vilas belíssimas. Ficamos abismadas quando ele disse: vamos para um lugar que é lindo, e quando chegamos, era bem aonde queríamos ter ido!!! Além de tudo, nos deu café, comida e sorvete (e sem NENHUMA má intenção). Hospitalidade cipriana ele dizia.

Por fim, voltamos, atravessamos a fronteira, fomos para o aeroporto, dormimos por lá mesmo e embarcamos em nosso vôo para Istambul.

População: 1,25 milhão de habitantes (estimativa 2018)

Idioma: turco e grego (oficiais)

Religiões principais: cristianismo (predominante no setor grego) e islamismo (predominante no setor turco).

Moeda: euro

Visto: brasileiros que viajam a turismo, não necessitam de visto para permanência de até 90 dias.



Booking.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *